Batata com Cachorro

(Por questões jurídicas informamos que nenhum cachorro foi maltratado durante a produção deste site.)

Poema sobre peidos

Olá gente tão retardada quanto eu (ou não), este é mais um post especial vindo de um enorme vácuo que se chama seu cú meu cérebro.
Sim, o post de hoje será sobre,peidos (veja bem, eu disse peiDos nao peiTos seu fapeiro filha da puta indecente).
Por que eu resolvi postoar hoje sobre peiDos? Porque eu sei apreciar a arte de um peido bem peidado.
E aqui vai um poema sobre peidos:
.
Flatos ou peidos,
Peide de qualquer jeito

Quando você peidar primeiro,
muitos peidarão terceiro
Até você achar um parceiro
Para peidar o dia interio
E quando sentir o cheiro
Irá se lembrar do seu parceiro,
Não importa quem peidou primeiro, segundo ou terceiro.

Muitos peidos irá soltar, até seu cu rabo traseiro não aguentar
Esse poema foi sorrateiro, como o peido que acabei de soltar.
.
.
.
.
.
.
E esse post vai para a categoria “posts de baixissima qualidade”
.
.
.
.
Tá aqui a imagem também:
image

.
.
.
.
se você gostou, comenta e compartilha fodaci, ninguém gosta dessa merda.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *