Batata com Cachorro

(Por questões jurídicas informamos que nenhum cachorro foi maltratado durante a produção deste site.)

Stanley FUCKING Kubrick

Você baba ovo desse cara que eu sei.

Stanley-Kubrick_2

Nascido em Nova Iorque em 26 de julho de 1929, passou a infância no Bronx e era péssimo aluno, não se interessava pela escola, não completava lições dada em classe e muito menos as tarefas de casa, tirava notas suficientes apenas para subir de período, fortes indícios de TDAH. Apesar disso, tinha uma mente criativa e brilhante, o que foi reconhecido por seu pai, que por sua vez incentivava esse lado do garoto, um claro reconhecimento de que o desempenho escolar independia de sua criatividade e inteligência.

Diante disso seu pai lhe ensinou Xadrez, fez do filho um especialista no jogo. Ganhou de presente sua primeira máquina fotográfica, na adolescência queria ser fotógrafo o que lhe rendeu o primeiro emprego na famosa revista Look na época, não demorou muito para descobrir que seu sucesso viria com a câmera filmadora.

Começa então sua jornada, aos 22 anos passou a fazer curta-metragens, aos 25 anos seu pai novamente o ajuda, dessa vez com verba para o filme Fear and Desire de 1953, que levou a penhorar sua propriedade. Mesmo com ótima crítica, Stanley considerou seu trabalho muito amador, não gostou do resultado (a marca dele, gravar a mesma cena mais de 100 vezes) e retirou o filme de circulação, o filme sumiu de catálogo do cineasta, simplesmente foi exibido e retirado, algumas tiragens do filme ainda são encontradas pela internet.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=bjJzQvjhndw?rel=0]

Em 1955 engata o longa Killer’s Kiss, filme com pouca divulgação, não tão acessível quanto seus filmes em geral, porém mais fácil de encontrar do que o anterior. Então em 1956 começa seu sucesso com The Killing que chamou a atenção de produtores influentes, mesmo assim passou alguns problemas com a adaptação de Paths Of Glory, sua sorte foi Kirck Douglas ter estreado a novela, o que levantou o conceito, sendo assim considerado o melhor filme anti-guerra de todos os tempos, no entanto que o longa foi proibido em alguns países que em 1957 estavam em guerra, inspirou a banda Faith No More na letra da música.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=k3vvTkvxzhU?rel=0]

Mais um passo do destino na carreira de Kubrick foi traçado por Kirck Douglas, o ator gostou tanto de trabalhar com o diretor que o chamou para dirigir o clássico Spartacus de 1960, após a demissão do diretor Anthony Mann, que já havia filmado boa parte do filme, mas essa amizade com Douglas não durou muito, já que nosso querido senhor perfeccionista começou a divergir das opiniões de Douglas quanto a produção criativa do filme. Então Kubrick, mesmo com o sucesso de um filme onde não pode fazer de seu jeito, decide que nunca mais aceita trabalho algum sem que possa dirigir com total liberdade artística. O que leva a se mudar para Inglaterra em 1962, um cinema mais livre e sem clichês como o Americano. E é nesse ano que começa a filmar Lolita (de Vladimir Nabokov). Filme polêmico por se tratar de uma relação sexual entre um homem de meia idade e uma adolescente.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=FVoCZeuh-Mk?rel=0]
Depois disso, já sabemos o quanto Kubrick cresceu e se tornou um dos melhores do cinema, em 1964 com  Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb que foge ao que mais conhecemos, pois se trata de uma comédia (humor negro sobre guerra nuclear) estreado pelo famoso comediante Peter Sellers, o filme rendeu a indicação ao Oscar de Melhor Diretor.

Trabalhou  5 anos na direção do mais marcante 2001 A Space Odyssey de 1968, escrito ao mesmo tempo que o livro estava em produção (de Arthur Clarke, que o ajudou na criação do roteiro do filme), o filme levou o Oscar de melhor Efeito especial, mas perdeu o de Melhor Diretor.

Stanley-Kubrick_2

O mestre das adaptações não desiste, mesmo após o cancelamento da produção de Napoleão Bonaparte, Kubrick engata na produção de A Clockwork Orange (livro de de Anthony Burgess) de 1971. Mais um filme controverso e polêmico que o fez perder mais um Oscar.

Stanley-Kubrick_2

Kubrick parece querer voltar a origem e dirige três filmes. Um terror sobre sua visão da Gerra do Vietnã:  Barry Lyndon (1975), outra adaptação de um livro The Shining (1980) e mais um sobre a guerra no Vietnã Full Metal Jacket (1987).

Stanley-Kubrick_2

O final de sua carreira foi marcado por mais uma obra literária de 1999, ano de seu falecimento, a produção de  Eyes Wide Shut (adaptado do livro de Arthur Schnitzler, chamado Traumnovelle), levou dois anos para finalizar as filmagens. A “sorte” de Kubrick fooi ter falecido enquanto dormia, sem que pudesse ver mais um fracasso de seus brilhantes filmes, pois o filme foi considerado péssimo. Sim, péssimo.

Stanley-Kubrick_2

Kubrick teve problemas de saúde durante o projeto de AI (Inteligência Artificial), então é o único projeto que ele não pode dirigir.

Kubrick faleceu enquanto dormia, devido a um ataque cardíaco, no dia 7 de março de 1999, foi sepultado no cemitério de Childwickbury Manor, Hertfordshire na Inglaterra

Fato curioso:

Staley Kubrick era conhecido apenas de nome na década de 70/80, era pouco acessível e mantinha um pouco seu anonimato, o que levou um farsante inglês a tomar sua identidade por um tempo, Alan Conway, alcoólico e trapaceiro, se passou por Kubrick durante anos até ser desmascarado por um jornal. Mesmo assim, conseguiu convencer psiquiatras que tinha problemas mentais e escapou de ser processado por enganar dezenas de vítimas e aproveitar de seu dinheiro. Essa história virou filme, Color Me Kubrick de 2005 é estreado por John Malkovich.
[youtube http://www.youtube.com/watch?v=wOMMO_4BPSg?rel=0]

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *