Batata com Cachorro

(Por questões jurídicas informamos que nenhum cachorro foi maltratado durante a produção deste site.)

A cidade ainda está para acordar

Gosto de sair de manhã de casa porque parece que a cidade ainda não começou. Todos os carros adormecidos em suas garagens, e seus donos fazendo o suco de laranja com pão e requeijão de praxe. Já os menos afortunados estão na padaria que abre às cinco, comprando uma média e um pão na chapa com o troco do ônibus ou o dinheiro que conseguiram pedindo esmola. Não julguem, a média e o pão na chapa são os melhores do bairro, e os mais baratos também.

Gosto da paz, da trégua mundial das manhãs. As vítimas, tanto as que assaltam quanto as que são assaltadas, já se esbarraram, mas com um sorriso no rosto, e não com cara de desgosto. Parece que eles marcam hora para acabar a tal trégua – “Assalto é só depois das nove!” – diz todo mundo.

Gosto da manhã porque parece um mundo novo! Um mundo onde o sol é mais amarelo, o céu é mais azul, e as árvores são mais marrons e verdes. Os prédios parecem mais brutos, o vento mais fresco e as nuvens mais macias. As pessoas parecem mais calmas e tudo parece tranquilo.

A calmaria da cidade me espanta todas as manhãs, mesmo que eu saiba que é o que me aguarda no dia seguinte. Nós marchamos até nossos destinos sem perceber o que nos rodeia… talvez porque estamos hipnotizados com a paz e o cheiro de natureza.

Nós marchamos até nossos destinos e enfim chegamos, aí começa tudo de novo. Menos a manhã… a manhã termina.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *